in

Dilsinho e Jorge e Mateus lançam parceria inédita


Dilsinho junta-se a Jorge & Mateus no single “Pódio”. A música, parte do projeto “Garrafas e Bocas”, será lançada em todas as plataformas digitais no dia 9, às 21h, e contará também com um videoclipe divulgado no dia seguinte (10), às 11h. É a primeira vez que esses três artistas frequentes habitantes do topo das paradas realizam uma colaboração juntos. Eles prometem abarcar as particularidades favoritas dos fãs de cada um no hit. Os admiradores podem esperar muita sofrência, romance e sentimento!

“Se estivesse troféu de otário, eu tava no pódio”, diz um dos versos da canção. Quem nunca passou por essa situação? A letra fala de um relacionamento tóxico, onde a amada só o trata mal e não o valoriza. Mesmo assim, ele continua a amando e voltando para ela, o que lhe dá raiva.

“Temos grande admiração pelo trabalho do Dilsinho, a gente curte bastante”, comemoram os donos do fenômeno “Duas Metades”. O cantor da estourada “Péssimo Negócio” também celebra a parceria com a dupla: “Sou fã demais da dupla, gravar com Jorge e Matheus foi uma grande honra pra mim. Tê-los em “Garrafas e Bocas” foi especial demais.”

Assinam a composição Lelê, Delão, Bruno Cardoso e os integrantes da famosa banda Melim, Rodrigo e Diogo Melim. Com tantos nomes queridos pelos fãs, fica fácil saber que a galera não vai querer tirar essa mistura boa de pagode com sertanejo dos fones de ouvido e das caixas de som.

O single faz parte da saideira do álbum “Garrafas e Bocas”, de Dilsinho. O projeto já teve participação também de Zé Neto e Cristiano – em “Mil Motivos” – e de Péricles – em “90 Dias”. Divulgado em quatro partes, o recente trabalho do artista foi além de entreter o público com muitos novos sucessos. Todos os clipes foram gravados em bares e botecos no Rio de Janeiro, com a finalidade de auxiliar esses estabelecimentos tão prejudicados pela pandemia.

“Esse projeto é o mais importante da minha vida. Ele rendeu um grande documentário contando a minha história, contando o meu começo, onde tudo começou na minha vida e esse começo aconteceu nos bares e restaurantes do Rio. Garrafas e Bocas é minha forma de retribuir para esses lugares que fizeram de mim o artista que eu sou hoje”, conta Dilsinho.

Tá osso
Sobreviver do teu amor
Tá osso
Eu tô morando no fundo do poço
Tá mais fácil acordar cachorro morto

Do que você me dar valor
Qualquer centavo de moral que cê me dá, eu vou
Foi nesse ciclo vicioso que eu me meti
Você mentindo e eu te amando mesmo assim

Na sexta-feira você mete a louca e some
No sábado me esquece, vai não sei pra onde
Me troca por qualquer rolê aleatório
Tá sempre enchendo a cara e eu sofrendo sóbrio
Domingo de ressaca, chama pro cinema
O filme até que é bom, o beijo que é o problema
E toda vez parece o mesmo episódio
Reclamo, mas não deixo de te amar, que ódio!

Se existisse troféu de otário, eu tava no pódio



Esse conteúdo pertence ao site:

Conceito Sertanejo

Acesse: www.conceitosertanejo.com.br

Para qualquer dúvida ou reclamação, envie um e-mail para:

contato@tvastros.com.br

Siga-nos e curta-nos:
0
20
Pin Share20

Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Israel e Rodolffo participam da nova música de Dennis

Jorge e Mateus recebem certificado de platina por música com Marília Mendonça