in

Bruninho e Davi cantam dilema de solteiros com “Vem de Golpe que eu Vou de Vítima”


Depois de uma grande recaída que virou até caso de polícia com “Faz Justiça”, parceria com Gustavo Mioto, Bruninho e Davi lançam mais uma moda que vai castigar o coração dos apaixonados, ou nem tanto assim! “Vem de Golpe que eu Vou de Vítima” chega a todos aplicativos de música nesta quinta-feira, 12 de agosto, às 21h, com direito a clipe gravado ao vivo. A canção é o segundo lançamento do álbum “Violada na Varanda” que contará ainda com mais  cinco canções, quatro inéditas e uma regravação.

Gravada na varanda do Parque Estaiada, em São Paulo, a label “Violada” traz sete faixas, sendo seis inéditas e o pot-pourri de “Pra lembrar de mim/Curtição”, sucessos nas vozes de Luan Santana e João Bosco e Vinícius, respectivamente. Além disso, o álbum também terá três participações especiais: Gustavo Mioto, na faixa de trabalho “Faz Justiça”, Clayton e Romário, na música “Nem com reza”, e de Marco Antônio e Gabriel, na canção “Solterei”.

“A ‘Violada´ é o projeto mais intimista nosso no qual trabalhamos muito a nostalgia do público. Trouxemos um repertório selecionado minuciosamente  que relembra a fase de ouro do sertanejo universitário, de 2005 a 2013. Desde 2017, estamos gravando alguns projetos deste momento, com músicas inéditas e regravações, que temos o intuito de exaltar”, relembra o cantor.

“Nesta última, trouxemos como parceiros, além do Gustavo, as duplas Clayton e Romário e Marco Antônio e Gabriel. O Clayton e Romário são incríveis, já têm essa pegada de violada, de um formato mais acústico, são muito talentosos. A faixa ‘Nem com Reza´ ficou incrível na voz deles. O Marco Antônio e Gabriel já são amigos nossos de muito tempo e a gente também gosta demais do trabalho deles. O Bruninho é produtor do disco deles e também quisemos chamá-los para que a ‘Violada´ fosse uma vitrine bacana para a dupla. Para mim, a faixa ‘Solteirei´ é uma das mais legais do repertório. A voz dos meninos tem muita autenticidade,  o que agregou muito na música”, conta Davi.

“´Faz Justiça’ é a cara da violada, é um batidão sul-mato grossense raiz. Quando a escutamos pela primeira vez, na hora já ouvimos na cabeça a voz do Gustavo. Acho que também pelo estilo que ele canta, por ser de Votuporanga, próximo ao Mato Grosso do Sul, e pela sua intimidade com esse batidão. Quando fizemos o convite para o Gustavo ele aceitou na hora. Temos uma ótima relação com ele e a sua família, já dividimos palco inúmeras vezes e sempre nos mantivemos muito próximos. Então, essa parceria fluiu muito naturalmente”, completa o cantor.

Todas as canções do álbum serão lançadas às quintas-feiras, sempre às 21h, com direito ao vídeo gravado com presença de público. Na próxima semana, será divulgado o pout pourri de regravações “Pra Você Lembrar de Mim” e “Curtição”.



Esse conteúdo pertence ao site:

Conceito Sertanejo

Acesse: www.conceitosertanejo.com.br

Para qualquer dúvida ou reclamação, envie um e-mail para:

contato@tvastros.com.br

Siga-nos e curta-nos:
0
20
Pin Share20

Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Zezé Di Camargo é “barrado” em clipe de Henrique Casttro com Marília Mendonça

Julya Furlan é a nova aposta do produtor Reinaldo Meirelles